quinta-feira, 31 de maio de 2018

Nostalgia (6): Instalando o Windows 95 OSR2.5

Pessoal,

Vamos dar continuidade à série "Nostalgia: Instalando Windows". Hoje vamos instalar o Windows 95 OSR 2.5, última versão do W95.

A título do curiosidade, a versão 7.5 do System (nome das primeiras versões do sistema operacional dos Mac) tinha o codinome de Capone para competir com o codinome do Windows 95 (que era Chicago).

O W95 não era puramente 32 bits. Usava algumas bibliotecas das versões anteriores além de usar uma versão "especial" do DOS (MS-DOS 7).

Além disso, foi a primeira vez que o Windows usou o menu "Start". O Start fez tanto sucesso que o Windows 8, lançado em 2012, ao inovar NÃO colocando um botão "Start", foi duramente criticado pelo público.

Durante a instalação dessa versão, assim como nas anteriores, os CD's geralmente não são bootáveis. Então é necessário instalar a partir do DOS 6.22 ou utilizando um disco de boot (você encontra aqui).

Aqui estão o CD e o disquete utilizados na instalação:

(A resolução dessa foto ocupa 3,5MB e é mais que
 o dobro da capacidade do próprio disquete 😂😂)

Para iniciar corretamente é um pouco diferente. Como é necessário suporte para CD, não adianta instalar pelo DOS 6.22 (pelo menos eu não consegui, deu erro na hora de iniciar o W95).

Assim, criei uma VM nova com suporte para W95.




Escolha onde estão as imagens do disquete de boot e do CD (ou se quiser, pode gravar um disquete e um CD com as imagens para ficar mais "real") e inicie a VM.

Quando o disquete inicia, pergunta qual o tipo de driver de CD é para ser iniciado (SCSI ou IDE). A VM já vem com IDE pré-configurado, então escolhi a opção 1.



Agora a sua máquina tem suporte para CD, mas não tem HD formatado. Portanto, precisamos formatar o HD e permitir suporte para HD maior que 512MB. No prompt entre com "FDISK":

(Dê um Y de YES aqui!)

Crie a partição para DOS com "1":


Novamente "1":


Aperte Y para utilizar o espaço total do disco:


Saia do FDSIK com "ESC" e reinicie a VM.


Quando você reiniciar a VM, terá um HD preparado para instalação do W95, mas não formatado. Assim, teremos que formatar o disco agora:


A partir de "A:", pode dar um "Format C:" sem dó :)




Outra opção que li depois disso tudo era simplesmente ter dado um "format c: /s /u" (o /s instala sistema operacional no HD e o /u faz uma formatação independente da condição, acelerando o processo - lembre-se que este parâmetro inviabiliza o comando "unformat"). A lista dos comando do MS-DOS pode ser encontrada aqui.

Enfim, de qualquer modo agora o disco está formatado mas sem nenhum dado. Se você quiser, pode separar esta VM para utilizar na instalação do W98, por exemplo. Agora copie os arquivos da pasta "WIN95" do CD para o  HD com os comandos (você estar em c:)

"md win95"

"cd win95"

"copy d:win95"

O objetivo disso é que, se isso não for feito, durante a instalação o Windows irá pedir alguns discos e não serão encontrados de outra forma que não essa. Assim, quando os discos forem solicitados apenas digite a pasta "c:\win95" e eles serão encontrados.

Reinicie a VM, carregue os drivers para CDROM e vamos instalar o W95 :)

O driver é carregado e aí você pode acessar o CD com "D:" no prompt e "Setup":


O Scandisk vai verificar o HD. Agora começa a diversão :)


O Windows irá substituir as versões antigas de Windows e DOS. Vá seguindo as instruções:


Repare que esta é a primeira vez que um Windows pede o serial para instalação:


No site WinWorld, há várias senhas para você testar. Lembre-se que pirataria é crime e o propósito do site não é incentivar pirataria, mas apenas educar.





Após aqui, o Windows vai perguntar se você deseja criar um disco de recuperação. Escolhi não, mas fique à vontade para criar o seu, se desejar. Depois disso os arquivos serão copiados e o Windows reiniciará o computador. Não se esqueça de tirar o disquete do drive...


Coloque o nome do computador e grupo de trabalho para identificação na rede:



Agora as coisas estão acabando:




Mais uma reinicialização e pronto:


(Internet Explorer 4.0...)
Pronto! 


Depois de efetuar a instalação, vale a pena fazer uma outra coisa: instalar a VM Tools, um pacote de drives otimizados para a VM. Com eles, você consegue fazer a tela do W95 ficar cheia no computador com boa resolução:


Outra coisa interessante: ativar o som!

Vá na página da Creative Labs e baixe o driver para Sound Blaster PCI 128. Só fique atento para baixar a versão para W95:



Antes de iniciar a VM, mude a memória RAM para 256MB e vá em frente. Vai reiniciar algumas vezes e o som funcionará!

A cereja do bolo: ativar a internet no Windows 95!

Vá em Painel de Controle --> adicionar novo hardware e mande procurar; como não vai encontrar nada novo, adicione manualmente o adaptador de rede de "Advanced Micro Devices" e "AMD PCNET Family Ethernet Adapter (PCI&ISA)":


Após isso, vá em Configurações de Rede e adicione "Protocolo" --> "Microsoft" --> TCP/IP e NetBEUI.


E assim ficará:


Pronto: Windows 95 funcional com rede e som!

Para completar, dois programas ótimos para este Windows: o protetor de tela Johnny Castaway e o navegador Netscape.

Agora vou procurar minha cópia do Need For Speed SE (se ainda estiver aqui em casa) para instalar...

A próxima etapa vai ser a instalação do Windows 98 SE.

Até lá, pessoal!

terça-feira, 29 de maio de 2018

HTC TyTn II

Pessoal,

Pequena pausa na sessão "Nostalgia".

Recebi um email do Flickr para atualizar a algumas informações. Nem me lembrava de ter colocado alguma foto lá, mas fui conferir e achei algumas fotos do meu antigo HTC TyTn II, que me arrependo até hoje de ter vendido 😭😭. Ele foi lançado em 2007 (há 11 anos!) e era um dos melhores aparelhos da época.

Sendo assim, vou colocar aqui as fotos do meu primeiro SmartPhone:

(Vinha com capinha, "caneta"Stylus - porque a tela era resistiva,
CD's de instalação e programas para sincronização, etc)

(Design bem elegante)

(Teclado físico embutido ou na tela - nesse caso precisaria da caneta)

(Processador com fantásticos 400MHz de processamento)
(Incríveis 256MB de armazenamento!)

(Windows Mobile 6)

Algumas coisas merecem detalhe:

 - Os Windows Mobile competiam com os PalmOS. Apesar dos Palm serem mais vendidos, o Windows Mobile era mais profissional e só foram substituídos anos depois pelo iPhone, quando o Android ainda engatinhava;

 - o TyTn II ainda usava a tela restritiva resistiva e não a capacitiva, que é o padrão atual (que foi popularizada pelo iPhone), por isso precisava da Stylus;

Veja aqui as specs completas do aparelho. Melhor que MUITO Android de entrada por aí...

Pra você que ficou sem saber o que é tela resistiva e tela capacitiva, olhe aqui, aqui e aqui para entender.

A primeira vez que utilizei GPS foi com um TomTom instalado nesse aparelho. Internet móvel se tornou realidade para mim também neste aparelho: inicialmente EDGE e depois 3G!

Acho desnecessário fazer um extenso review de um aparelho que não tenho mais e que já saiu de linha há quase 10 anos. Mas um excelente review está aqui.

Depois ele foi substituído pelo Android Nexus One.

Vou ainda falar sobre o PalmOs e postar as fotos que tenho do meu Palm Tungsten E2.

Até mais!




sexta-feira, 11 de maio de 2018

Nostalgia (5): Instalando o Windows for Workgroups 3.11

Bom dia Pessoal,

   Vamos continuar essa série agora com instalação do Windows for Workgroups 3.11 em inglês com MS-DOS 6.22. 

    Lembrando as dificuldades das instalações anteriores:

   1) O Windows 1.04 (última versão) teve que ser instalado com o MS-DOS 5.0. Além disso, tive que copiar um arquivo do Windows 2.03 para dar suporte ao Mouse.

   2) O Windows 2.11 (286) foi instalado usando o MS-DOS 6.22. Não consegui instalar a versão 386 nem consegui utilizar a memória estendida, apesar de estarem configuradas adequadamente na VM.

   Um detalhe que observei durante a instalação desta versão do Windows (3.c) é que ele oferece um tutorial para o funcionamento do mouse. Apesar de ter sido criado em 1968 e ter sido incorporado ao Xerox 8010 (em 1982) e Apple Lisa (em 1983), só com o lançamento do Windows 3.0, em 1990, e de modo mais impactante, com o lançamento do Windows 3.1 em 1992, o mouse passou a fazer parte do dia a dia dos usuários e se a se tornar um dos periféricos mais utilizados (e junto com ao teclado, como a principal forma de inserção de dados no sistema). Assim, em 1992, fazia todo o sentido um tutorial para ensinar a utilizar esse hardware.

   Além do tutorial do mouse, há um tutorial para ensinar a usar o Windows (minimizar e maximizar as janelas, alterar seus tamanhos, abrir e fechar programas, etc). O ambiente gráfico será novidade (para a maioria dos usuários) e, ensiná-los a utilizar esses recursos também fazia todo o sentido.

   Ao contrário das instalações anteriores, quando a VM foi criada em cima do DOS, o VMWare oferece um suporte a partir do Windows 3.x. Então optei por criar uma nova VM, instalar o MS-DOS 6.22 e, só então, instalar o Windows 3.11. Cabe lembrar que, ao contrários do Windows 9.x e posteriores (95, 98 e por aí vai até o atual Windows 10), o Windows 3.x também era uma aplicação DOS, por isso vou instalar o MS-DOS.

   Além disso, deve ser iniciada por um comando do DOS ("c:\>win"). Outra opção (que eu fazia), seria iniciar automaticamente pelo "autoexec.bat".

   Vamos lá:

(Criando a VM)



   O restante dos passos para criação da VM e instalação do MS-DOS 6.22 está descrito aqui.

   Vamos agora instalar o Windows for Workgroups 3.11.

   Após o boot, acesse o disquete com "A:", "Setup" e enter.


   A apresentação já fica mais profissional. Além disso, o Windows oferece, agora, a opção de configuração expressa e personalizada.



   Após escolher "C", ele pergunta qual o diretório para instalar, e permite alguns ajuste. Optei por mudar só o idioma.



   Repare que agora o ambiente gráfico já entrou. Bem mais bonito que nas versões anteriores.
Além disso, começa a oferecer as opções de conteúdo para instalação.




   Repare, na foto acima, o tamanho do meu HD: 2GB. Na época, isso era impensável para usuários comum. Se não me engano, no meu primeiro PC (um 486 DX2 66MHz) tinha um HD de 200MB.

  Agora o Windows começa a instalação e o troca-troca de discos:





    Optei por não instalar impressoras e por deixar o Windows tentar achar a rede automaticamente (duvido que conseguirá):



   Fui em "Avançado" e escolhi o adaptador Microsoft:



   Agora o Windows tentará encontrar o adaptador de rede. Apesar de ter ativado rede na VM, acredito que não será detectado pelo sistema.


   Como falei acima...


   Bola pra frente...


   Agora o Windows avisa sobre as configurações da rede (?):


   E agora informa que irá vasculhar o HD procurando aplicativos para configurá-los para funcionar no Windows:



   Optei por não fazer o tutorial...


   Configurações prontas e os oito disquetes utilizados, vamos reiniciar o computador.


   Iniciamos o Windows om "Win":



   Pronto, Windows 3.11 instalado!

  Por se tratar de máquina virtual, a configuração de impressora e rede é meio problemática, principalmente por ser um sistema de mais de 20 anos tentando se comunicar com um recente.

   Agora vamos ao Windows 95!

   Até a próxima, pessoal!