quinta-feira, 12 de julho de 2018

Nostalgia (9): Instalando o Windows 2000

Pessoal,

Vamos instalar agora o Windows 2000 (ou NT 5.0).

O Windows NT ("New Technology") era um verdadeiro sistema 32-bits, ao contrário do 9.x, apesar de  ter um jeitão do Windows 3.11. O primeiro Windows NT (Windows NT 3.1) é de 1993 e foi uma versão reescrita do OS/2 (desenvolvido em parceria com a a IBM). Em 1994 veio o NT 3.5 e em 1996 veio o NT 4, que usava a interface do W95. Em 2000 veio o Windows 2000 (NT 5.0).

É um sistema mais complexo, estável e profissional que o W95.

As principais novidades deste sistema foram:
  • Todas as existentes no Windows 98 SE (daí este SO se ter virado para o utilizador comum)
  • NTFS 3.0
  • Microsoft Management Console
  • Automated System Recovery
  • Suporte à especificação UDF
  • Encrypted File System
  • Logical Disk Manager
  • maior compatibilidade com dispositivos USB

Maiores informações estão aqui e aqui. A versão final do W2000 é a 5.0.2195.

Bom, vamos instalar a criança.

Vou começar esta instalação do zero (instalação limpa). Criei a VM para Windows 2000, aumentei a RAM para 512MB e mandei ver no CD. De cara dá isso.


(Aperte ENTER e vamos em frente)


O HD não está formatado; vamos ter que cria a partição primária, formatar e instalar. Continue com "C".









Tudo dando certo. É, de longe, a instalação mais fácil até agora. tudo vai indo automático.

Essa parte é lenta, porque o Windows está procurando tudo que eu tenho instalado na VM para instalar os drivers.


(Pediu a senha de novo, será que digitei errado? Estranho...)



(Fui com as opções padrão mesmo)



Windows instalado. De novo, a mais fácil até agora. Vamos ver se vai ser necessário configurar som e rede com nas versões anteriores.




Som e rede entraram automaticamente! Muito bom!


Foi a instalação mais fácil até agora!

A próxima será a instalação do XP.

Nostalgia (8): Instalando o Windows ME

Pessoal,

Hoje vamos instalar o Windows ME (Millennium Edition).

O Windows ME foi lançado em 14/09/2000 e foi o último Windows da família Windows 9x (que rodam em cima do MS-DOS). Foi o sucessor do Windows 98 SE e tinha como público-alvo os usuários domésticos. Também usava o Frankenstein do kernel híbrido 16/32 bits com o DOS (agora DOS 8.0).

Usei por alguns anos e foi, de longe, o pior que Windows que já instalei em meus computadores. Assim que pude, mudei para o NT. Ele tinha acesso restrito ao MS-DOS em modo real para diminuir  o tempo de boot do sistema, porém essa foi uma das mais duras críticas ao Windows ME, uma vez que muitos softwares precisavam do modo real do MS-DOS para rodar. Uma piada na época era chamar o ME de Mistake Edition! Como todos sabiam que a arquitetura seria atualizada no XP, as empresas não atualizaram os drivers de diversos componentes. Assim, drivers que funcionavam no W98, davam um mega pau no ME. Além disso, vários usuários preferiam a estabilidade do Windows 2000 (baseado no NT, na realidade o NT 5.0) e demonstravam interesse/curiosidade pelo novo MacOS X (que estava substituindo o MacOS e seria lançado em 2001).
Ele vinha com o IE 5.5, o WMP 7 (que porcaria!!!) e o Windows Movie Maker (para permitir alguma edição básica de vídeo para usuários domésticos).

Essa porcaria durou infinito um ano. Parece que o objetivo inicial era lançar uma versão doméstica baseado no NT (assim como o Windows 2000 o era para usuários corporativos). O projeto teria sido interrompido e essa versão foi lançada meio que às pressas, sendo muito criticado por ser lento e instável, além de incompatível com alguns programas antigos (já falado).

Foi substituído em 2001 pelo XP.

Vou fazer uma instalação mais rápida porque ninguém merece relembrar esse lixo! 😂😂😂

Até poderia instalar do zero, como nos posts anteriores: disquete do W95, formatar o HD, CD e instalar. Porém tentei fazer como fazíamos na época: mandei instalar a partir do W98! Como ele já está todo configurado, com internet, som e tudo mais, achei mais prático! Só tem que lembrar de conferir se o boot inicial da VM é o CD.



Eis que me deparo com esta "informação":


Não entendi inicialmente qual o erro, porém depois descobri: a versão que baixei (4.90.3000) é a versão para instalação "zerada". Tem uma outra versão, também 4.90.3000, para upgrade e uma terceira, também 4.90.3000, para upgrade a partir do Windows 98. Confuso, né? Pois é, a versão 4.90.3000 é a última versão do Windows ME. Mas não entendi porque tem uma versão para instalação nova, uma para upgrade e outra para upgrade a partir do Windows 98. Meio redundante, mas enfim...

Bom, baixei a versão para upgrade do W98. Let's try again. Iniciei a MV com o W98 e o CD do Windows ME para upgrade.



(Agora vai!)





Duas coisas: (1) O meu W98 estava em português e o ME está em inglês. O instalador perguntou se eu queria abortar ou continua em inglês: Let's fucking go! (2) O instalador perguntou se eu gostaria de guardar os arquivos do W98 para um possível downgrade: no mundo real, talvez; em VM, não  obrigado, se der pau recomeço sem stress!

(Não vou fazer disco de inicialização)

(Instalando o ME: vamos que vamos!)


(Apenas aguardando a instalação)

(Windows ME mostrando a que veio 😂😂😂)







É interessante que ele toca um videozinho bem chinfrim, bem amador, para mostrar o "potencial" multimídia dele. Mas o melhor do vídeo é essa pérola:


(Olha um MARTELO na mão do menino!)

(Quando a gente usa o ME, dá vontade de
martelar mesmo o computador!)

(Que porra de computador é esse? Um MAC????)

Pois bem, depois de rir bastante, vamos às fotos:



Som, internet e tudo o mais funcionando!

Vamos ao Windows 2000 e depois para o XP!

domingo, 1 de julho de 2018

Como criar uma conta na AppStore americana sem cartão de crédito

Pessoal,

Bom dia!

Esse assunto já deveria ser coisa do passado. Infelizmente, para nossa tristeza, está longe, muito longe de ser passado.

O Brasil impõe uma série de exigências a regulamentação de aplicativos para smartphones. A própria padronização de faixas etárias é diferente da utilizada na maioria do países do mundo. Afinal, nós sabemos fazer isso direito e o resto do mundo não, né? Por exemplo, o padrão brasileiro de tomadas...

Além da faixa etária, há questionamento sobre utilitários, músicas e jogos. Ou seja, apesar da internet nos aproximar do mundo, uma série de restrições burocráticas governamentais nos mantém afastados.

Por exemplo, eu tenho o Google Wifi. Comprei nos Estados Unidos, estava dentro da cota de importação, é regulamento pela IEE para os padrões de Wifi e já está patenteado para ser vendido por aqui. E sejamos realistas: não vai derrubar nenhum avião ou provocar uma guerra nuclear se você comprar e utilizar aqui no Brasil. Entretanto, o app do Google Wifi, necessário para configurá-lo, não está disponível na App Store brasileira.

Como a minha conta sempre tinha sido a americana, não tive nenhum problema. Mas no mês passado resolvi contratar o plano de dados do iCloud. Optei pelo 200GB, familiar, para dividir com minha esposa. A minha conta era americana, a dela brasileira. Até poderia migrar a conta dela pra americana e utilizar meu cartão americano para pagar, porém ficaria mais caro que utilizar o preço brasileiro. Nos EUA, o plano de de 200GB custa US$2,99 (convertendo para o real, cuja cotação está quase 4, dá quase R$12,00, além do "efeito eleição"- leia-se "efeito candidato louco Ciro Gomes ou candidato presodenciável Luladrão" jogar o dólar para D'us sabe onde) enquanto o preço no Brasil é de R$8,99. Ou seja, optei por mudar minha conta para cá, mas tinha alguns apps que necessitavam da conta americana para atualizar, como do citado Google Wifi.

Assim, migrei minha conta e resolvi criar uma nova conta nos EUA para atualizar esses apps.

Tem um monte de tutoriais em texto e vídeos que ensinam como fazer a conta americana. Não tem nenhum mistério, exceto que você tem que marcar que não tem cartão (porque a Apple exige cartão internacional emitido no país onde você registra sua conta), além de colocar um endereço americano. Use o Google Maps para isso.

O problema é que antes a Apple mandava um email para confirmar. Agora ela pede um número de telefone *americano* para mandar um SMS ou ligar para passar um código de confirmação. Lascou!

Então fiz uma maracutaia. Quando mudei minha conta americana para o Brasil, não me pediram nada. Assim, fiz uma nova conta brasileira. Coloquei endereço daqui, meu telefone e nenhuma opção de cartão. Depois, seguindo as instruções da Apple, mudei para os EUA.

Agora estou com uma conta brasileira com um cartão para comprar algo necessário e outra americana para quando precisar de algo que não tenha aqui.

Acho que vale a pena lembrar dessa jabuticaba aqui: Reserva de Mercado! Leia aqui, aqui e aqui. E se você acha que só os militares fizeram isso, não se esqueça que nossos comunistas fizeram o mesmo  nos governos Lula e, principalmente, DilmAnta (o pior de todos os nossos demônios!).

Por enquanto é isso.

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Nostalgia (7): Instalando o Windows 98 SE

Olá pessoal,

Vamos continuar hoje com a instalação do Windows 98 SE, a última versão do W98 (cujo codinome era Memphis).

Assim como o W95, o W98 também era um híbrido de 16/32 bits e boot também baseado no MS-DOS. Foi lançado em 1998 e o SE foi lançado em 1999.

Vinha com o IE 4.0 (e o SE com o IE 5.0), um melhor suporte para USB que o W95. Era considerado mais estável que o W95 e tinha o famoso "Active Desktop", que permitia configurar o ambiente de trabalho como uma página da Web, inclusive com links e conteúdos da rede. Alem disso, foi o primeiro a usar o Windows Driver Model (WDM), que ainda usamos em alguns dispositvos quando são instalados, além do MSConfig.

Como curiosidade, foi no lançamento do W98, na COMDEX, há 20 anos, a hilária cena do Windows apresentar a BSD. Tão divertido quanto isso foi o comentário de Bill Gates: "This must be why we're not shipping Windows 98 yet."

(Blue Screen of Death - BSD - do Windows 98)


Mais informações sobre o W98 podem ser obtidas aqui e/ou aqui.

Vamos lá!

Como estamos fazendo nas outras instalações, estou usando o VMWare. Escolhi o CD do W98 e mandei iniciar. De cara, apareceu isso:



Ou seja, nada de precisar de formatar HD antes ou ter que usar disco de boot. Se tiver o CD, tá pronto! Ótimo! Dei [ENTER] e fui em frente.


Como escolhi um HD de 8GB para o W98, ele aconselha ativar o suporte para discos grandes. E só porque eu falei que não precisava do disco de boot, olha lá ele sendo solicitado 😒


Então fiz o seguinte: dei o boot como o disco de boot e escolhi iniciar com suporte para CD.



Entrei no FDISK para preparar o HD. Vamos criar a partição do DOS (opção 1), partição primária (1).




Depois, vamos definir a partição como ativa (2).


Pronto, o disco está preparado. Vamos resetar e formatar com "Format c: /s /u". Usei o disco de boot do W95 porque o do W98 que eu tinha não tinha o programa para formatar.

(Escolhi a opção 1, mas tanto faz. Só quero é formatar o HD)



Agora já pode ejetar o disquete do drive A, ir para o drive D e executar o "Config".





Eu optei por não gravar um disco de inicialização. Curiosamente, no meu CD não tem a opção de Brasil, apenas Portugal. Como falamos "quase" a mesma língua, vamos lá.



(Após inserir a senha, vamos concluir a instalação)

(Não se preocupe: em VM não dura 18 minutos)





Como é de praxe nas instalações no VMWare, instale o VMWate Tools. Melhora bastante (gráficos, sons, rede, etc).


(A tela foi redimensionada e a internet já está funcionando!)

A instalação do VMWare Tools configura a rede, porém o som não funciona. Fiz a mesma coisa que tinha feito na instalação do W95, através do site da Creative Labs.  



Pronto! Tudo ok! Tudo funcionando!


Agora vamos instalar o Windows ME!

Até lá.